Manutenção pela Celg


A instabilidade de energia elétrica em muitas das empresas distribuidoras é algo que traz muitas reclamações por parte dos usuários, esse é o caso da Celg, que somente esse ano, receberam mais de 4 mil reclamações referentes a casos da instabilidade da rede que geraram danos aos materiais de quem a usa.

Porém, somente 35% de todos esses casos, foram oficialmente indenizados, por então assim provados que o defeito do equipamento foi devido ao problema na rede. No ano de 2015 foram mais de 6 mil casos com reclamação e somente 35% deles foram resolvidos adequadamente.

Segundo trabalhadores da Celg, para que haja colaboração por parte da população visando evitar esses acontecimentos, é preciso que o consumidor invista na manutenção correta do circuito elétrico da moradia. Nos casos em que existe a queima do eletrodoméstico, o dono deve registrar a ocorrência e reclamação na Celg dentro de 90 dias após o acontecido, somente dessa maneira a situação poderá ser averiguada. A empresa de energia tem até 10 dias para ir até o local e fazer uma vistoria do equipamento, mas em casos que o eletrodoméstico seja responsável pela manutenção de comida e remédios, o prazo é reduzido em apenas 1 dia.

celg1

Nesse momento, a empresa terá que dar novo prazo para que haja um parecer da vistoria, caso o resultado não agrade o consumidor e esteja bem diferente do esperado, o consumidor pode entrar em contato direto com a ouvidoria da Celg, dessa maneira se for deferido, deverá solicitar o reembolso do valor do objeto.

Esse pagamento geralmente é feito por depósito ou como crédito nas próximas faturas de energia elétrica que virão, sendo que não é permitido o acionamento de um conserto particular por parte do consumidor do eletrodoméstico.

O que vocês acham desse procedimento? Concordam ou discordam? Não deixe de expressar sua opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *